24 agosto, 2013

24 de Agosto - Reparação


“Se vocês ficarem com raiva, não deixem que isso faça com que pequem e não fiquem o dia inteiro com raiva” Efésios 4:26
Um homem percebeu que havia sido jogado um tijolo em direção ao seu carro. O tijolo abriu um pequeno e ínfimo trincado no para-brisa. Pensou em reparar o dano, mas acabou se esquecendo disso por um tempo. Semanas mais tarde, ele percebeu que o trincado havia crescido, e buscou reparar o dano, sendo informado pelo técnico que: “Se você viesse logo que aconteceu a rachadura, eu consertaria. Há uma cola que faz desaparecer o trincado. Mas agora a sujeira penetrou na falha e não tem mais como consertá-la. Só um para-brisa novo.” Como o para-brisa era muito caro o homem resolveu continuar com o para-brisa como estava. À medida que o tempo passava a rachadura aumentava mais e mais, até que o vidro quebrou por inteiro.  Tal como nesse exemplo, quando ferimos ou somos feridos por alguém, o melhor caminho para evitar danos maiores, é buscar a reparação o mais rápido possível. Perdoar tanto quanto pedir perdão, são gestos que demonstram maturidade emocional e espiritual. O perdão traz cura e libertação para os dois lados.
Reflexão dirigida:
1) Deus nos ensina a transformar a raiva através da oração.
2) Cultivar a raiva afeta tanto nossa saúde física como emocional.