17 maio, 2013

17 de Maio - Reconciliação

“Deixe sua oferta no altar e vá reconciliar-se com o seu irmão” Mateus 5:24
Todos nós já nos arrependemos por alguma atitude, palavra ou comportamento  que tivemos e que mesmo sem ser essa nossa intenção, acabamos ferindo ou magoando alguém.  Quando voltamos atrás, pedimos perdão e buscamos reconciliação, agimos em prol da nossa saúde física,mental, emocional e espiritual. Entretanto, muitos não têm por hábito pedir perdão. Então, o inevitável acontece. O angustiante e desagradável sentimento de culpa vem e se instale nos corações e mente. Porém, a culpa não caminha sozinha, ela traz uma intensa necessidade de punição, que fará com que o nosso inconsciente abra portas para que o sofrimento e a dor façam morada em nossas vidas. Não espere que o outro busque por reconciliação, aja você! Decida por um fim em brigas, contendas e mal entendidos. Não perca mais tempo, o dia é hoje e o momento é agora!
Reflexão dirigida:
1) Com quem você precisa se reconciliar? Não perca mais tempo!
2) Busque reconciliação, livre-se da culpa, sua saúde agradece.
3) Todos erramos e todos precisamos perdoar e sermos perdoados.

10 maio, 2013

9 de Maio - Violência no Namoro

Violência nos namoros entre Adolescentes

O que é isso?

Violência em namoros entre adolescentes é qualquer comportamento abusivo ou de controle em um relacionamento romântico. Cerca de um terço dos adolescentes experimentam alguma forma de abuso em seus namoros, tais como abuso verbal, emocional, físico e/ou sexual.  Além disso, as jovens entre 16-24 anos de idade, correm maior risco de sofrerem violência por parte dos seus parceiros do que em qualquer outra faixa etária. Estas estatísticas são especialmente alarmantes porque sabemos que violência no namoro não é tipicamente um incidente isolado, mas sim um padrão cíclico de abuso, o qual ocorre repetidas vezes, e que dificilmente é interrompido uma vez começado.


Os adolescentes ao iniciar a primeira relação romântica, geralmente, não entendem ainda com clareza o que se constitui em um relacionamento sadio.  As consequências da violência no namoro entre adolescente são muito prejudiciais, muitas vezes resultando em práticas de autodestruição tais como uso de drogas, desordens alimentares, práticas sexuais de risco, e até mesmo o suicídio. Tratar desses abusos, buscar ajuda, ou romper a relação de namoro, é extremamente importante. Muitas vítimas de abuso nos namoros, continuarão a ser abusadas em seus relacionamentos quando adultas.




Formas de Violência no Namoro

 Comportamento Controlador:
1- Não deixar o(a) namorado(a) ficar com seus amigos; vigiar computador
2- Falar como o(a) namorado(a) deve se vestir
3- Telefonar ou mandar mensagem de texto frequentemente para saber aonde o(a) namorado(a) está, com quem está e o que está fazendo
Abuso verbal ou emocional:
1- Xingamentos, humilhações
2- Ciúmes, proibição do uso das redes sociais
3- Ameaçar ferir o(a) namorado(a) ou alguém de sua família, se não fizer o que ele/a quer
Abuso físico:
1- Empurrão, apertar o braço ou pescoço
2- Soco, bofetada, puxar cabelo
3- Pontapé, beliscão, apertar e torcer a mão

Abuso sexual:
1- Beijos ou carícias não desejadas
2- Forçar sexualmente o(a) namorado(a)  a ir além do que ele/a quer
3- Não deixar a namorada usar anticoncepcional




Consequências da violência no namoro

  • Perda de apetite
  • Nódoas negras no corpo e/ou no rosto
  • Nervosismo
  • Tristeza
  • Ansiedade
  • Sentimentos de culpa
  • Baixa auto-estima
  • Depressão
  • Isolamento
  • Gravidez indesejada
  • Doenças sexualmente transmissíveis
  • Baixo rendimento escolar ou abandono escolar
  • Suicídio


A violência no namoro acontece quando um dos parceiros exerce poder e controle sobre o outro para conseguir o que pretende. A violência no namoro é identificada através de maus tratos físicos e psicológicos, abusos e violências sexuais, intimidações e humilhações. É causada normalmente por ciúmes possessivos, perturbações psicológicas, uso de álcool e drogas.