18 fevereiro, 2012

8 de Fevereiro - Brotos ou Raízes?

“Mas quando saiu o sol, as plantas se queimaram e secaram, porque não tinham raiz” Mateus 13:6
No mundo das árvores, algo essencial para a sobrevivência é ter mais raízes do que brotos. Em um de seus livros, William Bryant Logan diz: “Se uma árvore expressa muito crescimento na sua parte externa, e poucas raízes, terá a tendência de ter uma madeira fraca de vida curta... Todavia, se uma árvore tem uma grande porção de raízes e acrescenta os brotos lentamente, a tendência será de ter uma vida mais prolongada e ser mais resistente aos rigores do tempo e do peso”. Raízes na verdade não são encantadoras, mas são a fonte de nossa força, que nos sustentam em tempos difíceis. Raízes formadas por valores morais e éticos inegociáveis, alimentados por uma vida sincera de relacionamento com Deus, nos dão condições de vencermos os inesperados desafios do caminho e resistirmos às tempestades das adversidades.
Reflexão Dirigida:
1) Quão profundas são as suas raízes?
2) A cada adversidade vencida nos tornamos mais fortes.
3) Todos os dias escolhemos investir ou não em nosso relacionamento com Deus.