24 novembro, 2011

SAPATO DE DANÇA

SAPATO DE DANÇA E JAZZ - Produto Novo
Modelo: Boneca
Material: Couro Sintético
Número: 36
Cor: Preto
R$ 39,00


CASAQUINHO BALLET

CASAQUINHO BALLET - Produto Novo
Material: Helanca
Tam: 44
Cor: Azul Royal
R$ 30,00

COLLANT HELANCA

COLLANT DE HELANCA PRETO Nº 50 MANGA LONGA - Produto Novo

Material: Helanca de Excelente Qualidade
Cor: Preto
Tam: 50
R$ 35,00

CALÇA BALLET

CALÇA PARA BALLET - Produto Novo
Material: Meia malha
Modelo: Com regulagem na cintura
Cor: Preto escrito Ballet
Tam: G
R$ 30,00

SAPATILHA BALLET


SAPATILHA  MEIA PONTA PARA BALLET - Produto Novo
Material: Couro Sintético
Cor: Branco
Número: 29 e 36
R$ 14,00

24 de Novembro - Segurança

 “Deus é o nosso refúgio e fortaleza, socorro bem presente na angústia” Salmo 46:1
(Continuação de ontem) Os malfeitores estavam entrando na trilha na qual o homem se encontrava, e ele estava esperando apenas a morte. Quando passaram em frente a trilha o homem escutou: “Vamos, entremos nesta trilha!” Porém, seu companheiro respondeu: “Não, não está vendo que tem até teia de aranha? Ninguém passou por aqui. Vamos procurar nas próximas trilhas”. Fé é crer no que não se vê, é perseverar diante do impossível, acreditando que Deus está no controle da nossa vida. Muitas vezes pedimos muros para nos proteger, e Deus nos surpreende fazendo algo como uma teia  que nos dá a mesma proteção de uma muralha. Mesmo quando pareça que Deus não está ouvindo a nossa oração, e nossos olhos não vejam uma saída, Ele está agindo e vindo em nosso socorro. Não desanimemos em meio às lutas, sigamos em frente, pois são nos momentos mais difíceis que encontramos em Deus nossa força.
Reflexão Dirigida:
1) O agir de Deus muitas vezes é incompreensível para nós.                      
2) Ao invés de nos desesperarmos busquemos o socorro de Deus.
3) Haverão situações em que somente Deus poderá nos ajudar.

23 de Novembro - Anjos


 “Ó Senhor Deus, salva-me dos maus! Livra-me dos homens violentos” Salmo 140:1
Um homem estava sendo perseguido por vários malfeitores que queriam matá-lo. O homem correndo, virou em um atalho que saía da estrada entrava pelo meio do mato e, no desespero, elevou uma oração a Deus da seguinte maneira: “Deus todo poderoso fazei com que dois anjos venham do céu e fechem a entrada da trilha para que os bandidos não me matem!” Nesse momento, escutou que os homens se aproximavam da trilha onde ele se escondia, e viu que na entrada dela apareceu uma aranha minúscula. A aranha começou a tecer uma teia na entrada da trilha. O homem foi ficando cada vez mais angustiado e começou a fazer outra oração: “Senhor eu vos pedi anjos, não uma aranha! Senhor por favor, com tua mão poderosa coloca um muro forte na entrada desta trilha para que os homens não possam entrar e me matar”. Então ele abriu os olhos esperando ver um muro fechando a entrada e viu apenas a aranha tecendo a teia... (continua amanhã).