05 novembro, 2011

21 de Outubro - Deus Cura!

“Eis que eu trarei a ela saúde e cura, e os sararei” Jeremias 33:6
(continuação 20/10)... O exame foi iniciado e percebi que estava demorando mais do que costuma demorar. Estranhei o médico me pedir para virar para um lado, para outro, tornar a colocar gel e repetir o exame. Após um bom tempo, ele me disse que iria chamar outro médico para tirar uma dúvida que ele estava. Entrou na sala um médico mais velho, e começou tudo de novo! Ele também me pedia para virar de um lado, de outro e  discutiam entre eles, com termos técnicos que eu não entendia nada. Aí decidiram chamar a médica responsável pelo setor. Novamente reiniciaram o exame, discutindo com ela as imagens que viam no ultrassom. Eu já estava gelada, com o ar condicionado da sala e a quantidade de gel que era colocado a cada novo exame e decidi perguntar se eles poderiam me dizer o que estava acontecendo. Quem me respondeu foi a médica dizendo: “Você não tem nada! Os cistos sumiram! Pode se arrumar e ir embora. Seu exame deu normal!”  Graças à Deus! Eu disse em voz alta.
Reflexão Dirigida:
1) Ao confiarmos em Deus de todo coração bênçãos vem sobre nós.
2) Deus é quem dá a última palavra em toda e qualquer situação.
3) Não se desespere apresente seu problema a Deus e Ele lhe ajudará.

20 de Outubro - Ansiedade ou Confiança?

“Lançando sobre Deus toda a vossa ansiedade, porque ele tem cuidado de vós” 1 Pedro 5:7 
O ano passado ao fazer um exame preventivo de ultrassom de mamas fui surpreendida por um resultado que acusava 3 cistos, sendo um na mama direita medindo 4,6mm, e dois na mama esquerda medindo 4,5mm e 7,9mm. A orientação do médico que me acompanhava foi de que deveria repetir o exame após seis meses. Na ocasião me senti angustiada, mas, coloquei diante de Deus essa questão, confiando que se fosse da vontade dele, eu seria curada. Fiz isso em minha casa e dentro da Igreja que frequento, quando participava de um encontro de oração. A partir de então, me tranquilizei e só lembrava desse assunto esporadicamente. Até que chegou a data da realização do novo exame e conforme orientado, eu levei o exame anterior. Sentada na sala de espera, a ansiedade e preocupação começaram a me rondar. Pedi o socorro de Deus e passei a declarar que Ele estava comigo e que eu confiava Nele...(continua amanhã).