17 de dezembro de 2011

13 de Dezembro - Recuperação

 “Vinde a mim todos os que estais cansados e oprimidos e Eu vos aliviarei”Jesus (Mateus 11:28)
"Uma linda jovem, casada e com uma filha de 9 anos, lutava contra o alcoolismo. Chorando, compartilhou que parecia ouvir a “champanhe” lhe chamar, e que todas as vezes em que havia tido o propósito de beber uma única taça, acabou bebendo a garrafa toda. Cansada de tantas situações constrangedoras em decorrência disso, resolveu se tratar". O alcoolismo é uma doença que está crescendo entre a população feminina. Agindo muitas vezes como anestésico emocional, embora de efeito rápido, pois logo após a sensação de relaxamento ou euforia, vem a tristeza e depressão, muitas mulheres estão se deixando seduzir pela bebida alcoólica. Com o passar do tempo, a quantidade ingerida não faz mais o efeito desejado, pois  o álcool induz à tolerância, então a pessoa passar a ingerir constantemente quantidades maiores. É preciso ter humildade para buscar o socorro que vem de Deus, e a confiança de crer que Ele caminhará junto com todo aquele que  deseja cura e transformação de vida.
Reflexão Dirigida:
1) Com a direção de Deus é possível tratar o alcoolismo e suas implicações.
2) Quando há alcoolismo toda  família precisa ser tratada.
3) Ore expulsando da sua vida e da sua família a doença do alcoolismo.

12 de Dezembro - Saudade

 “Por que estás abatida, ó minha alma, e por que te perturbas” Salmo 42:5
Que nome dar ao vazio nostálgico, dolorido e bom que invade a nossa alma e toma conta do momento? Essa viagem que fazemos sem malas e documentos e que nos leva e nos trás, cheios de amor e de não sei o quê? Saudade... que não escolhe hora ou lugar, e aparece assim como um passarinho que pousa em nosso coração. Mas, se existe saudade é porque existem sementes de ternura plantadas em nós; pedacinhos de coisas boas, que talvez nem tenham durado muito tempo, mas o suficiente para deixar um rastro; um sabor; uma marca; um perfume. A saudade é uma prova, um certificado carimbado e assinado embaixo de que não estamos inteiramente sós e nem vazios, pois temos um coração rico em histórias que nos farão rir sozinhos e nos sentir vivos. Aprendemos assim, que sentir saudades é respirar o amor que plantaram em nós e viver repletos desse amor para a vida toda. (Letícia Thompson)
Reflexão Dirigida:
1) Mantenha as boas recordações em seu coração e descarte as más.
2) Quem nos feriu e magoou não merece estar em nosso coração.
3) Aquele que não sente saudades jamais amou.

16 de dezembro de 2011

9 de Dezembro - Amor Verdadeiro III

 “Existem estas três coisas: a fé, a esperança e o amor. Porém a maior delas é o amor” 1 Coríntios 13:13
Então o velho conselheiro disse: “Jamais esqueçam o que estão vendo, esse é o meu conselho. Vocês são como a águia e o falcão. Se estiverem amarrados um ao outro, ainda que por amor, não só viverão arrastando-se como também, cedo ou tarde, começarão a machucar um ao outro. Se quiserem que o amor de vocês perdure, voem juntos, mas jamais amarrados. Respeite o direito das pessoas de voar rumo ao sonho delas. Libere a pessoa que ama, para que ela possa voar com as próprias asas. Somente livres as pessoas são capazes de amar verdadeiramente”.
Reflexão Dirigida:
1) Deus nos convida a construir relacionamentos de amor puro e verdadeiro.
2) O amor que você oferece liberta ou aprisiona o outro?
3) Quanto mais tentarmos prender uma pessoa mais ela se afastará de nós.

8 de Dezembro - Amor Verdadeiro II

 “Se nos amamos uns aos outros, Deus vive unido conosco, e o Seu amor enche completamente o nosso coração” 1 João 4:12
Os jovens se abraçaram com ternura e logo partiram para cumprir a missão. No dia estabelecido, na frente da tenda do velho conselheiro, os dois esperavam com as aves. O velho as tirou dos sacos e constatou que eram verdadeiramente formosos exemplares dos animais que ele havia pedido. “E agora, o que faremos”? Perguntaram os jovens. “Peguem as aves e amarrem uma na outra pelos pés com essas fitas de couro. Quando estiverem amarradas, soltem-nas para que voem livres”. Eles fizeram o que lhes foi ordenado e soltaram os pássaros. A águia e o falcão tentaram voar, mas conseguiram apenas saltar pelo terreno. Minutos depois, irritadas pela impossibilidade do voo, as aves arremessaram-se uma contra a outra, bicando-se até se machucarem. Continua...

7 de Dezembro - Amor Verdadeiro I


“O amor que é totalmente verdadeiro afasta o medo” 1 João 4:18
Conta uma lenda dos índios Sioux que certa vez, Touro Bravo e Nuvem Azul chegaram de mãos dadas à tenda do velho conselheiro da tribo e pediram: “Nós nos amamos e vamos nos casar. Mas, nos amamos tanto que queremos um conselho que nos garanta ficar sempre juntos, que nos assegure estar um ao lado do outro até a morte. Há algo que possamos fazer”? O velho conselheiro emocionado, ao vê-los tão jovens, tão apaixonados e tão ansiosos por ou vir uma palavra, lhes disse: “Existe  sim, algo que possa ser feito, ainda que sejam tarefas muito difíceis. Você, Nuvem Azul, deve escalar o monte ao norte da aldeia, apenas com uma rede, caçar o falcão mais vigoroso e trazê-lo aqui, com vida, até o terceiro dia depois da lua cheia. E você Touro Bravo, deve escalar a montanha  do trono, lá em cima encontrarás a mais brava de todas as águias. Somente com uma rede deverás apanhá-la, trazendo-a para mim viva”! Continua...

6 de dezembro de 2011

6 de Dezembro - Inspiração Para Criar

“Posso todas as coisas em Cristo que me fortalece” Filipenses 4:13
É preciso sonhar! Quando acalentamos sonhos em nossos corações, somos motivados a batalhar para realizá-los. Isso nos encoraja e impulsiona a seguir em frente com ousadia e determinação. Os sonhos transformam o mundo, pois inspiram homens e mulheres a criar, os encorajando a conquistar. Abraham Lincoln, Gandhi, Einstein, Freud, Thomas Edison, Machado de Assis, e tantos outros, foram homens que mudaram a história porque tiveram grandes sonhos. Seus sonhos aliviaram suas dores, trouxeram esperanças nas perdas, renovaram suas forças nas derrotas. É preciso sonhar! Os sonhos  promovem saúde emocional; capacitam o frágil para ser autor da sua história; animam os deprimidos; dão ousadia aos tímidos e fazem com que novas oportunidades sejam construídas por aqueles que se sentiram derrotados.
Reflexão Dirigida:
1) Que sonhos que você tem acalentado em seu coração?
2) Nunca é tarde para lutar pela realização dos nossos sonhos.
3) Que nossos sonhos estejam no centro da vontade de Deus.

5 de dezembro de 2011

5 de Dezembro - Determinação II


 “Ajudem uns aos outros e assim vocês estarão obedecendo à Lei de Cristo” Gálatas 6:2
(Continuação de ontem...) “Do buraco saíram outras formigas, que começaram a cortar a folha em pequenos pedaços. Elas pareciam alegres na tarefa. Em pouco tempo, a grande folha havia desaparecido, dando lugar a pequenos pedaços que foram levados para o buraco. Imediatamente me peguei pensando em minhas experiências. Quantas vezes desanimei diante do tamanho das tarefas e das dificuldades? Talvez se a formiga tivesse olhado para o tamanho da folha, nem mesmo teria começado a carregá-la. Invejei a persistência, e a força daquela formiguinha e pedi a Deus que como ela, eu tivesse a inteligência para dividir em pedaços o fardo que às vezes se apresenta grande demais para mim. Que eu tivesse a humildade de buscar e aceitar ajuda sempre que necessário, e conseguisse partilhar com os outros o êxito da chegada, mesmo que o trajeto tivesse sido solitário. Agradeci a Deus por ter colocado aquela formiga em meu caminho ou por me ter feito passar pelo caminho dela”. (Ninon Rose H.Silva).
Reflexão Dirigida:
1) Você pede/aceita ajuda quando se sente sobrecarregado?
2) A oração nos dá a força necessária para seguir em frente.
3) Viver um dia de cada vez divide o nosso fardo em pequenos pedaços.

2 de Dezembro - Determinação I


“Vinde a mim, todos os que estais cansados e oprimidos, e eu vos aliviarei” Jesus (Mateus 11:28)
“Outro dia vi uma formiga que carregava uma enorme folha. A formiga era pequena e a folha deveria ter no mínimo dez vezes o tamanho dela. A formiga a carregava com sacrifício. Ora a arrastava, ora a tinha sobre a cabeça. Quando o vento batia, a folha tombava, fazendo cair também a formiga. Foram muitos os tropeços, mas, nem por isso a formiga desanimou de sua tarefa. Eu a observei e acompanhei, até que chegou próximo de um buraco, que devia ser a porta de sua casa. Foi quando pensei: “Até que enfim ela terminou seu empreendimento”. Ilusão minha. Na verdade, havia apenas terminado uma etapa. A folha era muito maior que a boca do buraco, o que fez com que a formiga a deixasse do lado de fora, para então entrar sozinha. Foi aí que eu disse a mim mesmo: “Coitada, tanto sacrifício para nada”. Mas, a pequena formiga me surpreendeu...” (continua amanhã).

1 de dezembro de 2011

1 de Dezembro - Somos Todos Irmãos

 “Alegrai-vos com os que se alegram; e chorai com os que choram” Romanos 12:15
O fotógrafo e ambientalista francês Yann Arthus-Bertrand, durante cinco anos visitou 78 países e entrevistou 5600 pessoas, formulando a cada uma as mesmas 40 perguntas, como: “O que faz você rir?” ou “Com que você sonhava quando era criança?”. O resultado, registrado em vídeo, gerou a exposição “6 Bilhões de Outros”, que esteve em cartaz no Museu de Arte de São Paulo. De um pescador brasileiro a um sapateiro chinês, de um artista alemão a um fazendeiro afegão, todos filmados em close idêntico, compartilham com as “Pessoas” do Museu da Pessoa o mesmo anonimato e a mesma função de gerar empatia.Um dos responsáveis pelo Projeto diz:“Queremos fazer as pessoas verem que somos todos iguais, que um executivo de um país, rico pode pensar o mesmo que um agricultor africano sobre a vida”. Compreender que somos todos irmãos de humanidade, nos leva a enxergar e tratar o outro com mais amor.
Reflexão Dirigida:
1) O amor incondicional nos leva a amar quem nem conhecemos.
2) Sejamos solidários e procuremos aplacar o sofrimento do outro.
3) Jesus nos convida a amar o próximo como a nós mesmos.

30 de Novembro - A Herança II

“Que ao nome de Jesus se dobre todo o joelho dos que estão nos céus, e na terra, e debaixo da terra” Filipenses 2:10
(Continuação de 29/11...) Mas, em todas as vezes Deus estava comigo e não permitiu que nada me tocasse ou me machucasse. Com tudo isso, tenho aprendido que o primeiro passo a ser dado, ao se tratar com questões de herança, é colocá-las nas mãos de Deus, antes de fazer planos com ela, ou de tocar em qualquer centavo. A benção de Deus precisa estar sobre a herança a fim de quebrar qualquer maldição lançada sobre ela, advindas de negócios escusos, prejuízos causados a alguém, rivalidades, injustiças, dinheiro ilegal ou tantos outros motivos, muitas vezes ocultos. Descobri que as coisas não eram tão simples como imaginei. Hoje ainda batalho espiritualmente por questões ligadas a essa herança e espero a liberação da justiça dos bens envolvidos. Agradeço sempre a Deus por ter preservado e continuar preservando a minha vida, em meio a tantos atentados contra ela, e por me revestir de coragem para não desistir.” (CC).
Reflexão Dirigida:
1) A oração nos protege em toda e qualquer situação.
2) Deus nos capacita para a batalha espiritual.
3) Compartilhar aquilo que aprendemos é amar ao próximo

30 de novembro de 2011

29 de Novembro - A Herança I

“Para isto Jesus, o Filho de Deus veio: para destruir as obras do maligno” 1 João 3:8
“Ao começar a tratar dos documentos referentes aquela herança eu não imaginava tudo o que aconteceria. Demorei um tempo para admitir que tanta coincidência não era comum. Cada vez que eu saía para tratar desse assunto coisas aconteciam. Um dia uma mangueira de gasolina do carro soltou, e por muito pouco o carro não pegou fogo. Outra vez, saindo pela manhã meu  carro, sem motivo algum, não funcionou na garagem. Na pressa resolvi ir com o carro do meu marido, que ao tentar ligar também não funcionou, mas como assim? Os dois carros estavam bons! As coincidências não paravam de acontecer. Deus o tempo todo me livrava de situações de muito perigo. Foram várias tentativas de assalto; o cabo de freio do carro soltou e eu fiquei sem freio em uma avenida super movimentada e cheia de ônibus. Uma vez eu parei num farol e ao meu lado parou um motoqueiro com uma criança na garupa e do nada ele falou para mim: “Eu não te dou um tiro na testa porque eu estou com uma criança...” Quando eu perguntei o “porquê” daquilo, ele não respondeu e saiu acelerando...” (continua amanhã)

29 de novembro de 2011

28 de Novembro - Determinação


 “Deus que é poderoso para fazer tudo muito mais abundantemente além daquilo que pedimos ou sonhamos” Efésios 3:20
Vítima de poliomielite aos 6 meses de vida, Silvana Serafino Cambiaghi, 51 anos, é dona de um currículo invejável. Arquiteta, é mestre pela Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da USP, presidente da Comissão Permanente de Acessibilidade da Prefeitura de São Paulo e consultora da Casa Cor – o maior evento de arquitetura e decoração das Américas e o segundo no mundo. “Nunca me deprimi. Tive de vencer muitas barreiras, mais jamais desisti. Na infância, não senti tanto as dificuldades. Apenas comecei a me questionar na adolescência. Queria sair e ver o mundo, mas a falta de mobilidade era um problema. Eu não queria casar, tinha receio de não dar conta de cuidar da casa e do marido, mas, com o tempo e o amadurecimento, percebi que a aparência não é tudo em uma relação. Hoje, estou casada, meu marido é engenheiro e não tem deficiência ” (Entrevista dada a Silvana Regina Inácio).
Reflexão Dirigida:
1) Com Deus podemos ir muito além do que imaginamos.
2) Nunca é tarde para lutarmos pelos nossos sonhos.
3) É tempo de avançar com fé em Deus e determinação.

28 de novembro de 2011

25 de Novembro - O Lado Bom da Solidão

“Eu, o Senhor farei com que a  sua solidão vire um  jardim como o jardim que plantei na região do Éden” Isaías 51:3
A solidão tem o seu lado bom. Ela nos possibilita estar mais em contato conosco mesmo, a afirmar a nossa individualidade, e a nos aprofundar no autoconhecimento. Quanto mais nos conhecemos, mais chances teremos de construir relacionamentos saudáveis. A solidão quando não tem a ver com fuga, por medo de viver novas relações, ou quando não é baseada em mágoas e ressentimentos que nos levam a romper com o mundo, promove em nós a descoberta de quem realmente somos; do que  gostamos e do que queremos fazer. Quando se trata de uma postura  voluntária, de busca pelo silêncio, pelo recolhimento e reflexão,  a solidão tem o poder de promover saúde emocional e nos trazer de volta para nós mesmos. Tem o poder também, de nos ensinar a ter um novo olhar sobre a vida e as pessoas que nos cercam.
Reflexão Dirigida:
1) Você está sozinho(a)? Não se entristeça, invista em autoconhecimento.
2) Aprendamos com a solidão a nos tornar nossos melhores amigos.
3) Sozinhos e no silêncio é mais fácil ouvir a Deus.

24 de novembro de 2011

SAPATO DE DANÇA

SAPATO DE DANÇA E JAZZ - Produto Novo
Modelo: Boneca
Material: Couro Sintético
Número: 36
Cor: Preto
R$ 39,00


CASAQUINHO BALLET

CASAQUINHO BALLET - Produto Novo
Material: Helanca
Tam: 44
Cor: Azul Royal
R$ 30,00

COLLANT HELANCA

COLLANT DE HELANCA PRETO Nº 50 MANGA LONGA - Produto Novo

Material: Helanca de Excelente Qualidade
Cor: Preto
Tam: 50
R$ 35,00

CALÇA BALLET

CALÇA PARA BALLET - Produto Novo
Material: Meia malha
Modelo: Com regulagem na cintura
Cor: Preto escrito Ballet
Tam: G
R$ 30,00

SAPATILHA BALLET


SAPATILHA  MEIA PONTA PARA BALLET - Produto Novo
Material: Couro Sintético
Cor: Branco
Número: 29 e 36
R$ 14,00

24 de Novembro - Segurança

 “Deus é o nosso refúgio e fortaleza, socorro bem presente na angústia” Salmo 46:1
(Continuação de ontem) Os malfeitores estavam entrando na trilha na qual o homem se encontrava, e ele estava esperando apenas a morte. Quando passaram em frente a trilha o homem escutou: “Vamos, entremos nesta trilha!” Porém, seu companheiro respondeu: “Não, não está vendo que tem até teia de aranha? Ninguém passou por aqui. Vamos procurar nas próximas trilhas”. Fé é crer no que não se vê, é perseverar diante do impossível, acreditando que Deus está no controle da nossa vida. Muitas vezes pedimos muros para nos proteger, e Deus nos surpreende fazendo algo como uma teia  que nos dá a mesma proteção de uma muralha. Mesmo quando pareça que Deus não está ouvindo a nossa oração, e nossos olhos não vejam uma saída, Ele está agindo e vindo em nosso socorro. Não desanimemos em meio às lutas, sigamos em frente, pois são nos momentos mais difíceis que encontramos em Deus nossa força.
Reflexão Dirigida:
1) O agir de Deus muitas vezes é incompreensível para nós.                      
2) Ao invés de nos desesperarmos busquemos o socorro de Deus.
3) Haverão situações em que somente Deus poderá nos ajudar.

23 de Novembro - Anjos


 “Ó Senhor Deus, salva-me dos maus! Livra-me dos homens violentos” Salmo 140:1
Um homem estava sendo perseguido por vários malfeitores que queriam matá-lo. O homem correndo, virou em um atalho que saía da estrada entrava pelo meio do mato e, no desespero, elevou uma oração a Deus da seguinte maneira: “Deus todo poderoso fazei com que dois anjos venham do céu e fechem a entrada da trilha para que os bandidos não me matem!” Nesse momento, escutou que os homens se aproximavam da trilha onde ele se escondia, e viu que na entrada dela apareceu uma aranha minúscula. A aranha começou a tecer uma teia na entrada da trilha. O homem foi ficando cada vez mais angustiado e começou a fazer outra oração: “Senhor eu vos pedi anjos, não uma aranha! Senhor por favor, com tua mão poderosa coloca um muro forte na entrada desta trilha para que os homens não possam entrar e me matar”. Então ele abriu os olhos esperando ver um muro fechando a entrada e viu apenas a aranha tecendo a teia... (continua amanhã).

22 de novembro de 2011

22 de Novembro - Derrube a Barreira...


 “A escuridão está passando, e já está brilhando a verdadeira luz” 1 João 2:8
É preciso esclarecer mal-entendidos e restabelecer linhas de comunicação interrompidas. Alguma coisa que dissemos foi mal entendida? O que nos disseram nos ofendeu ao interpretarmos de forma x ou y? Algo que fizemos sem a menor intenção de ferir ou que nos fizeram gerou um grande mal entendido? Melhor será esclarecer o mais rápido possível. O mal cria e se alimenta da discórdia, contaminando o ar à nossa volta. As trevas avançam quando a partir de um mal entendido conseguem gerar um grande problema entre as pessoas. Estejamos atentos para que os nossos relacionamentos tanto afetivos, como familiares, profissionais ou de amizade, não sejam abalados por mal entendidos que se prolonguem. Não esperemos pelo outro. Com o coração disposto a perdoar ou pedir perdão, sejamos nós mesmos a esclarecer ou buscar esclarecimento daquilo que dissemos ou fizemos, ou que nos disseram ou fizeram.
Reflexão Dirigida:
1) Quem fica de mal é criança, adulto conversa, esclarece e perdoa.                     
2) Proteja seus relacionamentos através de uma boa comunicação.
3) Peça a benção de Deus e ore sempre pelos seus relacionamentos.

21 de novembro de 2011

21 de Novembro - Enquanto Temos Tempo...

 “Enquanto temos tempo, façamos o bem a todos” Gálatas 6:10
Por sua beleza e resistência, o choupo, é uma das árvores mais comuns em parques e jardins do hemisfério norte. Numa manhã de outono, em uma pequena cidade, o jornal local apresentava uma foto de árvores choupo, brilhando com o sol, cujas folhas se haviam transformado num dourado de outono. O título no jornal dizia: “Somente Por Um Tempo Limitado”. O convite irresistível de dar um passeio pelas montanhas para apreciar as cores brilhantes expressava a urgência de fazê-lo rapidamente. As folhas de outono que naquele dia estavam douradas, no dia seguinte não estariam mais. Na nossa vida, as oportunidades também passam rapidamente. As oportunidades que tivemos de dizer a alguém “eu te amo”; “me perdoe” ou “eu me importo com a sua dor” e que não foram aproveitadas, talvez não voltem mais. Os momentos que se nos apresentam de visitarmos, estendermos a mão, ou auxiliarmos  alguém, são preciosos e na maioria das vezes não podem ser deixados para o dia seguinte. 
Reflexão Dirigida:
1) As oportunidades perdidas não voltam.
2) Deus nos convida a manifestar o Seu amor o tempo todo.
3) Que não deixemos para amanhã o que podemos fazer hoje.

18 de novembro de 2011

18 de Novembro - Nunca Estamos Sós...

 “Bem-aventurados os que choram, porque eles serão consolados”Jesus (Mateus 5:4)
Em meio a tanta dor, aquela mulher me dizia que não conseguia chorar há muito tempo. Eu lhe perguntei como é que a sua dor se manifestava e ela me disse não saber. Demorou um tempo até que essa mulher reconhecesse que por inúmeras vezes conteve suas lágrimas para não demonstrar fragilidade. E,somente a partir do momento em que compreendeu que chorar nos ajuda a elaborar as perdas, e que é uma forma saudável de expressar a dor que  sentimos, é que permitiu que sua dor viesse a tona e pode então chorar. Quando a dor não é expressada, ela fica rodando dentro de nós e intoxica o nosso corpo. Chorar lava os olhos da alma e nos leva a enxergar melhor. Chorar nos lembra que somos humanos e que não precisamos ser “super homens” ou “super mulheres”. Se rir desopila o fígado, chorar desopila o coração e rega a terra do nosso jardim interior, adubando-a para que novas flores venham a florescer.
Reflexão Dirigida:
1) Não precisamos ser fortes o tempo todo, permita-se chorar.
2) Manifestar saudavelmente nossas emoções contribue com a nossa saúde.
2) Jesus entende a nossa dor, enxuga nossas lágrimas e consola o nosso coração.

17 de novembro de 2011

17 de Novembro - Ser Feliz


 “Lembrem das palavras do Senhor Jesus: É mais feliz quem dá do que quem recebe” Atos 20:35
Um garotinha ao passear pelo jardim viu uma borboleta presa em um espinho. Com muito cuidado ela a soltou, e a borboleta começou a voar para longe. Mas, de repente ela voltou e lhe disse: “Por sua bondade, vou conceder-lhe seu maior desejo”. A garotinha pensou por um momento e disse: “Quero ser feliz!” Então, a borboleta sussurrou algo em seu ouvido e desapareceu. A garota crescia e era muito feliz. Quando alguém lhe perguntava sobre o segredo da sua felicidade, ela respondia: “Soltei a borboleta e ela me fez feliz”. Quando ela ficou muito velhinha, os vizinhos insistiram que ela contasse o seu segredo fabuloso antes de morrer. Muito amável ela sorriu e disse: “Ela me disse que mesmo as pessoas que parecem muito seguras, precisam de mim, porque na verdade todos nós precisamos uns dos outros”. Quando ajudamos alguém por menor que seja essa ajuda, liberamos felicidade para nossa vida. Felicidade implica em se doar, em ajudar o próximo. Aquele que só quer “receber”  provavelmente  passará pela vida sem conhecer a verdadeira felicidade.
Reflexão Dirigida:
1) Você gosta mais de fazer pelo outro ou de receber?
2) Que não passemos nenhum dia sem expandir o amor sobre a terra.
3) Se hoje somos nós a ajudar, amanhã seremos nós os ajudados.

16 de novembro de 2011

16 de Novembro - Ao Som do Sino...


“E o Senhor te guiará continuamente” Isaías 58:11
Na estrada próxima a minha casa havia um pasto, onde dois cavalos viviam. De longe, pareciam cavalos normais, mas de perto percebia-se que um deles era cego. Contudo, o dono não se desfez dele e arrumou-lhe um amigo, um cavalo mais jovem, no qual colocou um pequeno sino atado ao pescoço. Assim, o cavalo cego sabia onde estava seu companheiro e ia até ele. Ambos passavam o dia comendo e no final da tarde, o cavalo mais velho seguia seu companheiro até o estábulo. O cavalo com o sino estava sempre olhando se o outro o acompanhava e às vezes parava, dando um tempo para que o companheiro pudesse alcançá-lo. Guiando-se pelo som do sino, o cavalo cego caminhava, confiante que o outro o estava levando para o caminho certo. Em nossas vidas acontece algo semelhante. Algumas vezes somos o cavalo cego guiados pelo som do sino daqueles que Deus coloca em nossas vidas. Outras vezes somos chamados a ser o cavalo que guia outros a encontrarem o seu caminho.
Reflexão Dirigida:
1) Sejamos humildes para aceitar a ajuda que Deus nos envia.
2) Estejamos prontos para atender o chamado de Deus para ajudar.
3) Deus nos ama e cuida de nós em todas as situações.

11 de Novembro - Restauração

“Senhor tem piedade de mim, sara a minha alma” Salmo 41:4
Durante um festival noturno em Paris, cinco jovens, aparentemente embriagados, entraram no Museu Orsay e fizeram um corte de uns dez centímetros numa pintura de valor incalculável, de Claude Monet. A Ministra da Cultura, Christine Albanel, disse que a pintura poderia ser restaurada, mas que ela estava profundamente perturbada com o estrago feito por “um ato puramente criminoso”. Uma manchete de um jornal dizia: “Obra Prima de Monet Arruinada”. Arruinar significa ferir ou danificar; corromper, desfigurar ou prejudicar. Poderemos em algum momento de nossa vida, nos deparar com situações em que nos sentiremos arruinados(as). Entretanto, para nós, que confiamos em Deus, sabemos que Ele poderá nos restaurar, de toda dor interior e dano, seja emocional ou material, pois nós somos obras primas de Sua criação.
Reflexão Dirigida:
1) Deus é especialista em restaurar vidas.
2) Existe alguma área da sua vida que precisa de restauração?
3) O amor que Deus derrama sobre nós restaura e traz cura.


10 de Novembro - Amor Em Ação II

 “Mas, sobretudo tendes ardente amor uns para com os outros” 1 Pedro 4:8
O Hospital de crianças de Detroit doou a cirurgia de 100 mil dólares, que teve grande êxito. Uma pequena vida foi salva. É pouco provável que nós venhamos a ter um impacto tão dramático sobre a vida de outras pessoas. Mas, desafiados pela disposição dessa estudante, podemos encontrar formas de ajudar ao próximo. Ela não deixou que as circunstâncias, sua juventude e as inconveniências a impedissem de salvar a vida de Rose. Como ela, todos nós somos chamados a amar  de forma incondicional. Podemos sim, socorrer alguém através de nossas palavras, de nossa oração, oferecendo um ombro amigo para ouvir, deixando claro que não somos indiferentes à sua dor. Quem à sua volta, necessita que você seja os braços amorosos de Deus?
Reflexão Dirigida:
1) Permita que o  amor incondicional se expanda em seu coração.
2) Que aprendamos a amar com Deus que é a fonte de todo amor.
3) Não basta somente falar em amor há que se agir em amor.

9 de Novembro - Amor Em Ação I

  “Nosso amor não deve ser somente de palavras e de conversa. Deve ser um amor verdadeiro, que se mostra por meio de ações” 1 João 3:18
Muitos estudantes universitários fazem viagens missionárias durante ao verão. Mas é raro que alguém volte com planos de resgatar um bebê. Mallery Thurlow, estudante de uma Universidade de Michigan, foi para o Haiti ajudar a distribuir comida. Certo dia, apareceu uma mãe no centro de distribuição com uma criancinha muito doente em seus braços. A mulher não tinha opções. A criança precisava fazer uma cirurgia, mas ninguém queria fazê-la. Sem intervenção cirúrgica, a criança ia morrer. Mallery pegou a bebê Rose em seus braços e em seu coração também. Depois de voltar para os Estados Unidos a universitária procurou alguém que pudesse operar o bebê. A maioria dos médicos dava pouca esperança. Por fim Rose recebeu um visto para poder sair do Haiti e Mallery foi buscá-la... Continuação...

15 de novembro de 2011

8 de Novembro - Amigos Verdadeiros


 “Não desprezes a correção do Senhor” Hebreus 12:5
Nem todos gostam de correção. Mas, algumas pessoas já aprenderam o valor que ela possui. A correção é um gesto de amor, que expressa uma verdadeira amizade. O que é mais fácil? Falar o que o outro quer ouvir independente do prejuízo que isso possa lhe custar, ou falar o que ele não quer ouvir, tentando mostrar-lhe o lado que ele não está vendo? Amigos verdadeiros corrigem-se mutuamente, mesmo quando é doloroso e perturbador fazê-lo. É uma das maneiras pelas quais demonstramos amor e cuidado uns para com os outros. É necessário amor para corrigirmos de forma assertiva e também para recebermos a correção de forma positiva. A correção muitas vezes desagradável, mas amorosa, abre os nossos olhos, promove nosso amadurecimento emocional e contribui para que nos tornemos pessoas melhores.
Reflexão Dirigida:
1) Como você reage diante de uma palavra de correção?
2) Você se considera um amigo verdadeiro e leal?
3) Muitas vezes Deus irá nos corrigir através de outras pessoas.

7 de Novembro - Solte a Pedra


“Quem de vocês estiver sem pecado, que seja o primeiro a atirar uma pedra nesta mulher” Jesus (João 8:7)
Existem pessoas que sempre estão apontando os defeitos dos outros, esquecendo-se que não são melhores do que ninguém. São tolas a ponto de sonhar que são melhores só porque existem outros piores, e falam como se pudessem subir fazendo outros descer. Quem tem muitas faltas, sempre encontra faltas nos outros. O corcunda não deve rir do outro, sem antes olhar para a sua própria coluna. O cego não pode condenar o seu irmão por ser estrábico, e aquele que perdeu as pernas não deve zombar do deficiente. Que proveito há em achar buracos nos casacos dos outros, quando não podemos remendá-los? Como falar das dívidas do outro, se não estivermos dispostos a pagá-las? Não participemos de conversas ou brincadeiras que depreciem o outro. Não sejamos aqueles que falam do erro que alguém cometeu, sejamos conscientes, pois: “quem tem telhado de vidro não atira pedras no vizinho”  e  na verdade quem de nós não tem telhas de vidro em seu telhado?
Reflexão Dirigida:
1) Deus, livra-nos de todo tipo de maledicência.
2) Que todos os dias nossa escolha seja “soltar a pedra...”
3) Que nossas palavras sejam fontes de bênçãos e não de maldição.

4 de Novembro - Lutar Até o Fim...


“Em Deus tenho posto a minha confiança” Salmo 56:11
Um advogado cristão me contou que por uma falha do escritório em que trabalhava, um processo de sua responsabilidade que envolvia uma enorme soma de dinheiro, fora julgado e sentenciado, contra o seu cliente, sem que nem ao menos ele fosse informado. Com certeza, isso era o suficiente para ele ser demitido. Porém, resolveu lutar até o fim, clamando a Deus por um milagre, e viajando até o interior do estado do Rio de Janeiro, onde o processo havia sido julgado. Alugou um carro assim que chegou ao aeroporto do Rio de Janeiro, e enfrentou longas horas de estrada até o local. Na manhã seguinte foi ao fórum e ao ler o processo percebeu que o erro das datas havia sido do fórum. Conseguiu falar com a Assistente da Juíza que prontamente resolveu a questão, anulando os prazos anteriores o que permitiu que o processo continuasse em andamento. Ele me disse: “Isso foi um milagre!” E eu comentei: “Esse milagre aconteceu porque você não desistiu, mesmo com a sentença já proferida”.
Reflexão Dirigida:
1) Que isso nos incentive a não desistir nunca.
2) Mesmo quando o caso pareça perdido continue lutando...
3) Pois somente Deus é quem dá a palavra final.

03 de Novembro - Lições Aprendidas

 “Aprendi o segredo de me sentir contente em todo lugar e em qualquer situação” Filipenses 4:12
Olho para trás e vejo lições que aprendi... com a “verdade” que me mostra o tempo que passou tão rápido, escorregando por entre meus dias e horas que, se pudesse, os traria de volta para vivê-los melhor. Olho para trás e vejo lições que aprendi... com a “saudade” que me ensina a valorizar cada momento que vivo com aqueles que amo, e a fazer o melhor possível para cada um, dizendo sem economia: ”eu te amo”. Olho para trás e vejo lições que aprendi... com a “alegria” que faz meu coração bater acelerado ao abraçar amigos queridos que compartilham suas curas, vitórias e conquistas. Olho para trás e vejo lições que aprendi... em meus relacionamentos, como a importância do respeito, do carinho e da dedicação. Olho para trás e vejo lições que aprendi... ao caminhar segurando na mão de Deus, pois Ele constantemente me incentiva a seguir em frente, a avançar, e  enfrentar novos desafios, me dando a certeza de que sempre está comigo.
Reflexão Dirigida:
1) Ao olhar para trás quais lições você percebe já ter aprendido?
2) Se permitirmos Deus nos traz novas lições todos os dias.
3) A vida é uma grande escola que nos possibilita aprender sempre.

9 de novembro de 2011

01 de Novembro - Perfeição de Deus IV


  “Aquele que vive no amor vive unido com Deus, e Deus vive unido com ele” 1 João 4:16
Então todo mundo começou a gritar: “Corre para a primeira base, corre para a primeira!” Nunca na sua vida ele tinha corrido, mas, saiu disparado para a linha base com os olhos arregalados e assustado. O jogador da direita entendeu as intenções do lançador e fez igual lançando para a terceira base. Todo mundo novamente gritou: “Corre para a 2ª Pedro, corre para a 2ª base”. Quando Pedro alcançou a 2ª base todos então o colocaram em direção à 3ª base e ambas as equipes correram atrás dele gritando: “Pedro corre para a base principal!” Quando Pedro pisou na base principal todos os 18 meninos o ergueram nos ombros fazendo dele o “Herói”, como se ele tivesse vencido o campeonato e ganho o jogo para a equipe dele”. Naquele dia, disse o pai com lágrimas caindo sobre a face, “aqueles 18 meninos alcançaram a perfeição de Deus. Eu nunca tinha visto um sorriso tão lindo no rosto do meu filho!” (Mensagens que Edificam)
Reflexão Dirigida:
1) Como a perfeição de Deus se manifesta através de suas reações?
2) Deixe que o amor expanda em seu coração e ame incondicionalmente.
3) À medida que nos relacionamos com Deus aprendemos a amar mais e melhor.

31 de Outubro - Perfeição de Deus III

“O amor de Deus enche completamente o nosso coração” 1 João 4:12
(Continuação 28/10) No final da 9ª rodada, a equipe de Pedro marcou novamente e a próxima seria a rodada decisiva. Pedro foi escalado para continuar, entretanto, uma questão porém veio à minha mente: - a equipe deixaria Pedro de fato, rebater nesta circunstância e jogar fora a possibilidade de ganhar o jogo? Surpreendentemente foi dado o bastão a Pedro. Todo mundo sabia que isto seria quase impossível, porque ele nem mesmo sabia segurar o bastão. Porém, quando Pedro tomou posição, o lançador se moveu alguns passos para arremessar a bola de modo que Pedro pudesse ao menos rebater, o que não aconteceu. Vendo isso, um dos companheiros da sua equipe foi até ele e juntos seguraram o bastão. Novamente o lançador deus alguns passos para trás e lançou a bola de forma lenta, e juntos eles rebateram a bola. O lançador apanhou a suave bola e poderia tê-la jogado facilmente para o primeiro homem da base, Pedro estaria fora e isso terminaria o jogo. Ao invés disso ele lançou a bola bem alto, longe e em curva, distante do alcance do 1º homem da base... (continua amanhã).

28 de Outubro - Perfeição de Deus II

“Se nos amamos uns aos outros, Deus vive unido conosco” 1 João 4:12
(Continuação 27/10) Uma tarde, Pedro e eu caminhávamos pelo parque onde alguns meninos que o conheciam estavam jogando beisebol. Pedro perguntou-me: - Pai, você acha que eles me deixariam jogar? Eu sabia das limitações do meu filho e que a maioria dos meninos não o queria na equipe. Mas entendi, que se Pedro pudesse jogar com eles, isto lhe daria uma confortável sensação de participação. Aproximei-me de um dos meninos no campo e perguntei-lhe se Pedro poderia jogar. O menino deu uma olhada ao redor, buscando a aprovação de seus companheiros de equipe e mesmo não conseguindo nenhuma aprovação, ele assumiu a responsabilidade e disse: - Nós estamos perdendo por 6 rodadas e o jogo está na oitava. Acho que ele pode entrar na nossa equipe e tentaremos colocá-lo para bater até a nona rodada. Fiquei admirado quando Pedro abriu um grande sorriso ao ouvir a resposta do menino. Pediram então que ele colocasse a luva e fosse para o campo jogar. No final da oitava rodada, a equipe de Pedro marcou mais alguns pontos, mas, ainda estava perdendo por 3...(continua amanhã).

27 de Outubro - Perfeição de Deus I

 “Sejam perfeitos, assim como é perfeito o Pai de vocês que está no céu” Jesus (Mateus 5:48)
Em um bairro da cidade de Nova York chamado Brooklyn, a Escola Chush se dedica ao ensino de crianças especiais. Algumas crianças permanecem ali por toda a vida escolar, enquanto outras podem ser encaminhadas para uma escola comum. Num jantar beneficente da escola, o pai de uma criança fez um discurso que nunca mais seria esquecido pelos que ali estavam presentes. Depois de elogiar a escola e seus dedicados funcionários, perguntou: “Onde está a perfeição do meu filho Pedro se tudo o que Deus faz é feito com perfeição? Meu filho não pode entender as coisas como outras crianças entendem. Meu filho não pode se lembrar de fatos e números como as outras crianças. Então, onde está a perfeição de Deus?” Todos ficaram chocados com a pergunta e o sofrimento daquele pai, mas, ele continuava: “Acredito que quando Deus traz uma criança especial ao mundo, a perfeição que Ele busca está no modo como as pessoas reagem diante desta criança...”(continua amanhã).

7 de novembro de 2011

26 de Outubro - Caixinha Dourada II

 “O amor de Deus está derramado em nossos corações” Romanos 5:5
(Continuação 25/11) O pai quase morreu de vergonha, abraçou a menina e suplicou que ela o perdoasse. Dizem que o homem guardou a caixa dourada ao lado de sua cama por anos e sempre que se sentia triste, chateado, deprimido, ele tomava da caixa um beijo imaginário e recordava o amor que sua filha havia posto ali. De uma forma simples, mas sensível, cada um de nós, temos recebido uma caixinha dourada, cheia de amor incondicional e beijos de Deus, de nossos pais, filhos, irmãos e amigos. Que a cada vez que nos sentirmos desanimados ou tristes possamos nos lembrar que Deus nos ama e familiares e amigos também. Com isso nossas forças se renovarão e a esperança voltará aos nossos corações.
Reflexão Dirigida:
1) O que você costuma fazer quando se sente desanimado(a)?
2) Os chamados “pequenos” gestos de amor na realidade são “grandes”.
3) As pessoas manifestam o seu amor de forma diferente.

25 de Outubro - Caixinha Dourada I

Não endureçais os vossos corações” Salmo 95:8
Um homem castigou sua filhinha de 3 anos por desperdiçar um rolo de papel de presente dourado. O dinheiro andava escasso naqueles dias, razão pela qual o homem ficou furioso ao ver a menina envolvendo uma caixinha com aquele papel dourado e colocá-la debaixo da árvore de Natal. Apesar de tudo, na manhã seguinte, a menininha levou o presente ao pai e disse: “Isto é para o senhor Papai!” Ele sentiu-se envergonhado da sua furiosa reação, mas voltou a “explodir” quando viu que a caixa estava vazia. Gritou dizendo: “Você não sabe que quando se dá um presente a alguém, se coloca alguma coisa dentro da caixa”? A pequena menina olhou para cima com lágrimas nos olhos e disse: “Oh, pai, não está vazia. Eu soprei beijos dentro da caixa. Todos para você papai” (continua amanhã).

24 de Outubro - Acolher e Amparar

 “Enviou-me a restaurar os tristes de coração, a proclamar liberdade aos cativos” Isaías 61:1 
O Instituto Avon realizou nos dois primeiros meses de 2011 a “Pesquisa Sobre a Violência Doméstica Contra a Mulher no Brasil”. Foram entrevistas 1,8 mil pessoas de cinco regiões brasileiras. Com relação a Violência Psicológica Contra a Mulher, da população entrevistada, 62% reconhecem como violência doméstica, as agressões verbais, humilhação, falta de respeito, ciúmes e ameaças. Nesse tipo de violência, o objetivo do agressor é desestruturar a mulher, deixando-a num estado de confusão emocional e mental, e destruir seu acesso a todo tipo de desenvolvimento profissional, pessoal ou social. Enquanto vítimas dessa situação precisamos buscar apoio em familiares e amigos e buscar ajuda especializada. Enquanto familiares, amigos ou conhecidos, que possamos acolher sem julgar; amparar sem criticar e auxiliar a vítima a chegar em locais que possa receber  ajuda efetiva.
Reflexão Dirigida:
1) Leia no Blog a Biografia de Maria da Penha.
2) Busquemos a Deus para nos libertar de uma relação violenta.
3) Divulgue o Tel 180 de atendimento à mulher vítima de violência doméstica.

LEIA TAMBÉM
VIOLÊNCIA  PSICOLÓGICA http://angelscrist.blogspot.com.br/2011/11/violencia-contra-mulher.html