06 novembro, 2010

03 de Novembro - Partir...Chegar...


“Quando for destruída esta barraca em que vivemos, que é o nosso corpo aqui na terra, Deus nos dará, para morarmos nela, uma casa no céu, e ela durará para sempre” 2 Coríntios 5:1
Dorothy, uma senhora idosa, estava próxima da morte. Ela amava a Deus e anelava estar com Ele. A enfermeira disse à família que Dorothy provavelmente se manteria viva até que pudese ver a filha, que estava a caminho para despedir-se. “É como se Dorothy tivesse um pé aqui e outro no céu. Ela quer dar logo este último passo”, disse a enfermeira. Há uma descrição maravilhosa da morte, escrita por Henry Van Dyke: “Estou parado à beira do mar. Um veleiro, ao meu lado, abre as velas brancas para a brisa matinal e parte para o oceano azul. Eu fico olhando, até que por fim o vejo como um pedaço de nuvem branca, lá onde o mar e o céu se mesclam um com o outro... E justo no momento em que alguém ao meu lado diz: “Olha! Ele se foi”, há outros olhos observando a sua chegada e outras vozes, dizendo alegremente “Lá vem ele!”. “E morrer é isto”. (Nosso Andar Diário).
Reflexão Dirigida:

1) Porque Cristo vive, a morte é um triunfo e não uma tragédia.

2) Jesus disse: “Na casa de meu Pai há muitas moradas” (João 14:2).
3) Jesus disse: “Vou preparar-vos lugar” (João 14:2)