14 outubro, 2010

7 de Outubro - Auto-Libertação



“O Senhor liberta os encarcerados” Salmos 146:7
Orar por nós mesmos, é um gesto de amor e cuidado para conosco: “Pai amado, às vezes sinto-me tão deprimido que não consigo nem orar... preciso de ti Senhor... volta comigo até o momento em que esta depressão me envolveu, e por favor me liberta das raízes desse mal. Quebra todas as correntes que me prendem a dor... Cura Pai, todas as lembranças dolorosas, liberta-me deste cativeiro. Eu te peço Pai pois creio no teu poder libertador... No poderoso nome de Jesus, eu expulso da minha vida todo espírito maligno de depressão, de ódio, de medo, de auto-piedade, de opressão, de culpa, de falta de perdão, de auto-punição, e de qualquer outra força negativa que esteja me atacando. Eu os amarro e expulso da minha vida, em nome de Jesus. Te peço Pai, que preencha todos os meus vazios emocionais, com o teu amor, a tua paz, a tua alegria. Ajuda-me Senhor, a manter meus olhos postos em ti e não nos problemas. Eu te agradeço Pai, pois creio que neste momento o Senhor está me libertando e curando. Muito obrigado!”
Reflexão dirigida:
1) Você costuma orar por você mesmo?
2) A oração nos fortalece, encoraja e acalma.
3) Desenvolva o hábito de orar todos os dias.