25 junho, 2010

24 de Junho - Celebrando a Recuperação


“Vinde a mim todos os que estais cansados e oprimidos, e eu vos aliviarei” Mateus 11:28

John Baker criou o Ministério Celebrando a Recuperação na Igreja Saddleback, na Califórnia em 1991. O propósito desse Ministério é nos oferecer ajuda para que nos curemos de feridas emocionais, dependências e maus hábitos de nossas vidas. Centrado em Jesus Cristo, o programa baseia-se nos 8 princípios da recuperação encontrados na Bíblia, no Sermão da Montanha, feito por Jesus Cristo (As Bem Aventuranças) e no clássico programa de 12 passos de Alcoólicos Anônimos. Muitos de nós, podemos nos sentir fortes em algumas áreas da vida, mas perder o controle sobre outras, através de comportamentos que não conseguimos controlar. Essa parte impossível de ser administrada em nossa vida, pode nos causar sérios prejuízos, uma vez que nosso comportamento compulsivo, vai nos separando lentamente da nossa família, dos amigos e levando à destruição tudo que é importante para nós. Admitir que somos impotentes diante de tais comportamentos e que precisamos de ajuda para superá-los, é o primeiro passo para a jornada de recuperação.

Reflexão dirigida:
1) O investimento em nossa vida emocional nos traz grandes benefícios.
2) Cuidar de nossas feridas emocionais é um gesto de amor por nós mesmos.
3) Endereços Reuniões: www.celebrandoarecuperacaosp.com.br/‎

23 junho, 2010

21 de Junho - Oração Proteção Para os Filhos


“Ó Senhor Deus, tu és o meu defensor e o meu protetor” Salmo 91:1


Deus, no nome de Jesus, eu apresento a vós o meu filho(a)...(nome), e oro por um muro de proteção em volta dele(a). Muito Obrigado, Senhor, porque sois uma muralha de fogo em volta de ...(nome), e que colocais vossos anjos ao seu redor. Eu te agradeço Senhor, que (nome) habite no lugar secreto do Altíssimo e more sob a sombra do Todo poderoso. Dizemos de vós, Senhor, que sois seu refúgio e fortaleza, e em vós ele (a) confia. Cobris (nome) com vossas penas, e sob vossas asas ele(a) estará seguro(a). Meu filho(a)...(nome) não temerá o terror da noite nem o dardo inflamado que voa de dia. Com seus olhos (nome) contemplará e verá a recompensa dos maus. Porque (nome) fez de vós, Senhor, seu refúgio e fortaleza, nenhum mal cairá sobre ele (a), nenhum acidente o(a) atingirá, nem qualquer praga ou calamidade dele(a) se aproximará. Pois encarregais vossos anjos de guardar (nome), e conservá-lo(a) em vossos caminhos. Deus, porque colocastes vosso amor sobre... (nome), vós o(a) libertareis. (Nome), vos invocará e lhe respondereis. Estareis com ele(a) na dificuldade, e o (a) satisfareis com uma longa vida e lhe mostrareis vossa salvação. Nenhum cabelo de sua cabeça perecerá. Em nome de Jesus. Amém!
Reflexão dirigida:
1) Os pais têm autoridade espiritual para orar pelos filhos.
2) A oração tem o poder de libertar e curar.

01 junho, 2010

01 de Junho - Profeta Ezequiel



“Eu ouvi o Senhor falar comigo e senti o seu poder” Ezequiel 1:3

O nome Ezequiel significa “Deus fortalece”. Antes de ser chamado por Deus para ser profeta, Ezequiel era um sacerdote que obedeceu fielmente às leis de Deus. Começou a profetizar aos trinta anos de idade, cinco anos depois que foi levado ao cativeiro babilônico. Estabeleceu-se próximo ao rio Quebor, onde profetizou aos exilados durante os últimos anos de sobrevivência de Jerusalém e nos anos seguintes à destruição da cidade. Ezequiel precisava da força de Deus para anunciar uma mensagem de juízo a um povo que não queria ouvi-la. Mas, também anunciou uma mensagem de esperança após a destruição de Jerusalém. Deus usou Ezequiel para avisar às pessoas que não escapariam das conseqüências dos seus erros. As mensagens de confrontação e conforto do Livro de Ezequiel, no Antigo Testamento da Bíblia, também se destinam a nós. Se ignoramos nossos erros e fingimos que eles não existem, ao invés de buscarmos reparação, Deus nos adverte, que a negação nos conduz a um maior sofrimento. Se estamos enfrentando as conseqüências de erros que cometemos, e nos dirigirmos a Deus em busca de ajuda, Ele renovará nossas esperanças. Tenhamos fé, pois com Deus é possível reconstruirmos a nossa vida, não importando quão despedaçada ela esteja.


Reflexão dirigida:
1) Leia o Livro de Ezequiel na Bíblia na Linguagem de Hoje.
2) Com Deus cultivamos a esperança na vinda de dias melhores.

3) Negar a nossa real situação adia uma possível solução.